O conceito empreendedorismo materno é um fenômeno recente no Brasil e está se tornando cada vez mais comum. Abrange as mudanças no eixo profissional das mães, provocadas pela maternidade ou deflagradas a partir dela. A mãe empreendedora pode exercer uma nova atividade ou voltar ao seu antigo trabalho, mas buscando novas formas e um novo volume de dedicação.

 

Um dos grandes desafios globais do milênio é melhorar o status social da mulher e a desigualdade. Garantir que as mães possam permanecer mais próximas de seus filhos até a idade escolar sem ter que lidar com a falta de recursos e críticas constantes da sociedade.

 

Apesar de ainda ser uma realidade o fato de que a sociedade expõe a mulher a grandes jornadas de trabalho, quando a mãe é encorajada a buscar novas formas de empreender, ela tem mais flexibilidade nesses horários, pode dedicar mais tempo ao cuidado dos filhos e se organizar da forma que acha mais adequado.

 

Incentivar que as mulheres e mães se encontrem com mais frequência e compartilhem, é incentivar o retorno às raízes da maternidade, onde se tinha apoio e companhia para gerar, parir e cuidar dos filhos, todos membros da mesma comunidade e que serão os futuros cuidadores do planeta.

 

Saiba mais